Adeus poeta brincante


João Baptista Pimentel Neto*

Poeta, educador, sábio e brincante. Ariano Suassuna.

Poeta, educador, sábio e brincante. Ariano Suassuna.

Adeus Ariano. Farás falta aos brincantes e a poesia…

Após sua partida jamais seremos os mesmos. Seremos todos outros…
E mesmo sendo outros, lembraremos sempre e para sempre de ti…
Das poesias suas que sempre lembram que a vida será para sempre eternas brincadeiras…
E que só vive de verdade quem sabe brincar belas brincadeiras eternas e tem a coragem de eternamente brincar, brincar, brincar…

Sem você o mundo fica menos eterno, pois perde boas e belas brincadeiras eternas

Recife brinca menos, Pernambuco brinca menos, o Brasil e o mundo inteiro também e toda a humanidade perde um pouco de eternidade, todos ficam menos brincantes..

Para nós só não ficam menores as pelejas que dia após dia enfrentamos.
Já as tuas acabaram poeta brincante.
Sua alma agora é ainda mais leve.
E a sua eternidade ainda maior, mais livre e brincante…

Podes agora apenas brincar.
Sabe-se lá onde, ou com quem,
mas certamente brincar.

Foram apenas três cafés da manhã e não mais que um punhado de minutos.

Fartas mesas matinais.
Sempre cedo, bem cedo.
Lá no alto frio e neblina em pleno sertão…
E pelas amplas vidraças, nuvens de chumbo invadiam o semi-deserto salão.

Um sábio, um cineclubista e uma menina.
Uma linda menina. Sobrinha ou neta. Não me recordo.

Foi lá onde brincamos eu e você…
Diálogos suaves e ritmados.
Palavras e gestos fraternos entre duas almas brincantes.

Grandes são os humildes falou-me você…
Só os humildes podem ser chamados de sábios ou poetas.
Só os humildes conseguem conhecer a eternidade,
só eles são e para sempre serão eternos Brincantes.

E assim foi…

Um poeta brincante, um cineclubista menino e uma linda menina.

Deliciosos momentos vividos em Triunfo
Trinfo do Theatro Cinema Guarany.
De tantas outras histórias de amor.
Triunfo, dos Caretas brincantes,
que brincando chicoteiam as injustiças.
Pro povo poder brincar todas as brincadeiras,

Adeus Suassuna.
Rei dos Brincantes
Vai brincar entre estrelas.
que sua peleja acabou
e só lhe restou brincadeiras…

Acabou-se.
Seus sonhos, finalmente, venceram as injustiças.

Ficou mais livre ainda seu brincar….

Marv@da C@rne*

Assista ao Curta A Peleja do Sonho Com a Injustiça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s